Câncer de mama traz ‘Outubro Rosa’ à cidade

Pela 1ª vez. Movimento alerta população sobre a necessidade do diagnóstico precoce do câncer de mama. Prédios serão iluminados.

Câncer de mama

O período entre o diagnóstico e o tratamento do câncer de mama em Campinas é o mais rápido do Brasil.  Enquanto a lei determina que as mulheres sejam examinadas e tratadas em um intervalo de no máximo 60 dias, Campinas realiza os processos em um mês. E na cidade sobram vagas para o tratamento, já que a demanda de mulheres que procuram pelos serviços é menor do que a capacidade de atendimento.

Essas são parte das informações que a população terá acesso a partir de hoje, com a abertura do “Outubro Rosa”, que chega a Campinas pela primeira vez e promete mudar a cara de muitos edifícios da cidade: eles estarão iluminados com luzes cor de rosa para lembrar da necessidade do diagnóstico precoce para o câncer de mama.

O movimento na cidade é uma iniciativa da PUC-Campinas com apoio da Sociedade de Medicina de Campinas. A campanha tem capacidade para atingir inicialmente cerca de 200 mil mulheres da RMC (Região Metropolitana de Campinas) com mensagens sobre o câncer de mama e informações que englobam desde o diagnóstico precoce e opções de tratamento até os direitos previdenciários e tributários das pacientes. Os parceiros e familiares das mulheres afetadas pela doença também terão informações direcionadas.

Segundo Everardo de Carvalho Cordeiro Filho, médico da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Nacional), professor de medicina da PUC e articulador do movimento na cidade, esse tipo de câncer é um dos que atingem mais rapidamente estágios avançados.

“Em questão de um ano o câncer pode atingir toda a região da mama da mulher e gerar metástases, por isso é a segunda causa de morte entre as mulheres do Brasil. Já o câncer de colo do útero, por exemplo, pode demorar entre 10 e 15 anos para apresentar uma evolução significante”, informa.

A campanha começou nos anos de 1990, com a Fundação Susan G.  Komen for the Cure distribuindo laços cor de rosa aos participantes da primeira Corrida pela Cura, em Nova York.

Desde então, prédios e monumentos começaram a ser iluminados durante o mês. Em Campinas, uma exposição na Lagoa do Taquaral marcou a abertura do mês e, a partir de hoje, Sanasa, CPFL, Viracopos, PUC, Caism e a Câmara estão entre os edifícios que serão iluminados. Ao longo da semana, palestras e atividades vão ser realizadas para a população.  Mais informações na fan page www.facebook/outubrorosacampinas.com

Tags:, ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: