Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro comemora 5 anos com festa e entronização

A celebração do aniversário de cinco anos da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Jardim Nova Europa, em Campinas, foi marcada na manhã de ontem por uma oferta de gratidão. Em iniciativa conjunta do Padre Bruno Alencar Alexandroni, pároco local, e do vereador Jorge Schneider (PTB), a igreja recebeu a doação de uma estátua da santa que foi entronizada no pátio do santuário.

A imagem, com mais de dois metros de altura e feita em concreto, pesa cerca de uma tonelada foi pintada em cores que seguem as do quadro original. o escultor José Bueno de Oliveira, de Bragança Paulista. A imagem foi trazida em um caminhão e recepcionada por paroquianos na altura do Ecoponto da Vila Campos Salles, que a acompanharam até a Avenida Baden Powell, onde mais devotos aguardavam para “escoltar” a estátua até seu destino final, onde chegou por volta das 10h30, sendo recebida com fogos de artifícios.

Muitos católicos se emocionaram ao longo da cerimônia, como o próprio Vereador Jorge Schneider. “Temos que ter a esperança de um mundo melhor e precisamos colocar isso em prática. Não podemos achar que só as ações administrativas vão resolver os problemas. As ações espirituais também são importantes”, disse.

Natural de Socorro, cidade que integra o Circuito das Águas Paulista, padre Bruno, que exerce o oficio há 35 anos, revela que o estabelecimento desta igreja visou desde o início, um melhor atendimento aos fiéis da região. “A organização paroquial fica mais concentrada. Maria é muito presente na história da Igreja Romana, e seus devotos vivem muito de sinais e símbolos. Esta estátua terá para eles o mesmo significado que o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, tem para a capital carioca e para o Brasil”, disse.

Presente em todos os momentos – inclusive colocando parte do cimento que fixou a imagem na base no pátio da paróquia – o escultor José Bueno de Oliveira, conhecido como “Zé do Santo” (apelido que ganhou por causa dos inúmeros trabalhos já realizados neste campo), disse que foi muito gratificante fazer esse trabalho, feito com a ajuda do filho Dário Januário Bueno. “O vínculo com as pessoas fazem a escultura se transformar em uma coisa viva”, disse. Ele contou que esta obra teve um diferencial: o padre pediu aos fiéis que escrevessem cartas com pedidos e louvores, que foram colocadas dentro da estátua no local onde fica o coração de Maria.

Após a entronização, foi realizada uma missa solene.

 

Veja mais:

Tags:,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: